Curdos massacrados, silêncio da comunidade internacional. Nada de novo!

Legenda da foto: Kobani, 2 de Novembro de 2015, mais ou menos 05h30. Créditos: jmr/arquivo. Agrava-se a situação no Curdistão sem que se conheça qualquer reacção de peso da chamada “comunidade internacional”. A Turquia ataca (regiões curdas) no norte do Iraque e norte da Síria; o Irão ataca a região leste da Região Autónoma do … Continue a ler Curdos massacrados, silêncio da comunidade internacional. Nada de novo!

Curdos usados como moeda de troca

Rojava (Curdistão Ocidental), 2015. Num dos cantões controlados pelas YPG (Unidades de Protecção Popular). Foto: jmr Este texto não é sobre o pedido de adesão à NATO, efectuado por Finlândia e Suécia, mas sim sobre os objectivos do Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que ameaça vetar a entrada dos dois países na NATO. Serão … Continue a ler Curdos usados como moeda de troca

Nova Constituição síria sem a voz dos curdos

Início dos trabalhados da Comissão que vai negociar uma nova Constituição para a Síria. Fotografia publicada na página da National Coalition of Syrian Revolution and Opposition Forces <!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-536870145 1107305727 0 0 415 0;} @font-face … Continue a ler Nova Constituição síria sem a voz dos curdos

Os curdos têm dois “medos”: Turquia e Estado Islâmico. E têm razão para ter medo.

<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-536870145 1107305727 0 0 415 0;} @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-536870145 1073786111 1 0 415 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal … Continue a ler Os curdos têm dois “medos”: Turquia e Estado Islâmico. E têm razão para ter medo.