Os “danos colaterais” do joystick ou a alegada “guerra limpa”.

A 29 de Agosto um ataque com um drone matou 10 civis, incluindo 7 crianças. O alvo era um alegado membro do Estado Islâmico, que era afinal um técnico que trabalhava desde 2006 para uma organização com base nos Estados Unidos. Foto publicada em peoplesdispatch.org Desta vez não foi Julien Assange. Edward Snowden também não. … Continue a ler Os “danos colaterais” do joystick ou a alegada “guerra limpa”.

A Oeste nada de novo. Washington, como quase sempre. França, a última a saber.

Fotomontagem do jornal L'Opinion, num artigo publicado a 25 de Janeiro de 2021, cujo título era: "Joe Biden e Emmanuel Macron, a nova aliança dos multilateralistas". O título – por não anunciar novidade - pode levar ao desinteresse pelas linhas que se seguem mas, apesar de não haver novidade, é precisamente essa ausência de novidade … Continue a ler A Oeste nada de novo. Washington, como quase sempre. França, a última a saber.

Incompetência, negligência, ingratidão

Um intérprete (à esquerda) ouve um militar da ISAF (à direita) para depois traduzir para uma terceira pessoa (de costas). Créditos da fotografia: noonpost.com Em todas as guerras e conflitos armados há sempre um grupo específico de pessoas que fica numa especial situação de fragilidade quando a guerra termina. Principalmente quando o conflito provoca uma … Continue a ler Incompetência, negligência, ingratidão

Os Taliban podem parar o relógio mas não conseguem parar o tempo

Suhail Shaheen, membro da equipa de negociadores e porta-voz taliban para os media internacionais, colocou no twitter o que diz ser a captura de elementos da secreta afegã (NDS) que se fizeram passar por membros do Emirato Islâmico para desestabilizar a situação em Cabul. Passaram 20 anos desde que foram governo e os Taliban vão … Continue a ler Os Taliban podem parar o relógio mas não conseguem parar o tempo