Otelo, a Liberdade e o 25 de Abril

Foto retirada da Wikipedia.

Já a entrar na madrugada, não iria conseguir dormir sem dar nota do asco que sinto ao ler alguns comentários sobre Otelo Saraiva de Carvalho. Asco, leram bem. E não retiro uma letra. A memória de Otelo, um homem que muito fez pela minha Liberdade, não permite o meu silêncio. É o mínimo que posso retribuir.

Otelo, em vida, no 25 de Abril, disse de que lado estava. Do lado da Liberdade. Muitos não têm essa coragem de dizer de que lado estão. Saltitam, driblam, equilibram-se no arame, têm jogo de cintura, estão muitas vezes com o poder de serviço ou com o serviço que pretende chegar ao poder. E a última coisa que alguma vez farão será arriscar a posição – e muito menos a vida – por algo em que acreditem de alma e coração. Tratar da vidinha, servindo quem mais lhe paga, é o lema de muita dessa gente. Otelo, no dia em que morreu, ajudou-nos também a perceber o lado em que cada um está. Sim, não há só um lado. Como não estamos todos no mesmo barco (lembram-se certamente da frase quando a pandemia começou…). Nesta nossa vida e na forma de a construir, há pelo menos dois lados, dois caminhos, e é bom que se saiba com quem caminhamos e quem encontramos em sentido contrário. E isto de saber onde está quem, quem está com quem, não é uma questão de sectarismo: é apenas porque não é possível estar de bem com Deus e com o Diabo.

Noto nestas horas após a morte de Otelo Saraiva de Carvalho, (principalmente) alguma direita a manifestar todo o seu ressabiamento e mesquinhez por um dia ter havido um golpe militar que nos deu a Liberdade. Soltou-se uma verborreia básica com espuma aos cantos da boca para denegrir um dos símbolos do 25 de Abril. Nunca perdoaram, nem a Otelo nem aos que com ele, estiveram do lado certo. É uma direita protofascista não assumida, mas cada vez menos envergonhada, deserdada do império e dos privilégios proporcionados pelo homem de Santa Comba, que nunca se conformou com a mudança de regime. Mais do que contra Otelo, o ódio que manifestam é contra o 25 de Abril.

O ódio recalcado é tanto que nem na hora da morte de alguém os maus carácteres se calam. Não seria preciso elogiar ou tecer loas a Otelo, nem expressar condolências à família. Mas podiam, pelo menos, respeitar esse momento, o da morte. Mas não. Chafurdam o mais que podem não vá perder-se a oportunidade e o sangue arrefecer: há que soltar os foguetes porque o dia é de festa.

Pode não se gostar de Otelo; pode não se concordar com Otelo; pode criticar-se Otelo pelas escolhas e pelas acções políticas; mas pretender utilizar tudo isso para ofuscar esse feito maior que foi o 25 de Abril e a Liberdade que agora lhes permite dizer o que dizem, é uma pulhice das grandes. Ia para escrever ingratidão, mas essa seria uma palavra errada, porque nunca lhe poderiam estar gratos pelo 25 de Abril.

O valor que cada um atribui à Liberdade está bem demonstrado nos comentários sobre a notícia da morte de Otelo Saraiva de Carvalho. E não, não se trata de dizer que apenas defende a Liberdade quem se identifica com Otelo, mas sim de ser capaz de ter alguma decência na hora da morte de um homem que nos deu tanto.

Porque não tenho medo de dizer de que lado estou, também não tenho medo de dizer que sinto um verdadeiro asco por opiniões e comentários de gente que não tem, e seguramente não teria, uma ínfima parte da coragem de Otelo. Quanto mais não seja porque para se cometer alguns erros também é preciso coragem.

Otelo, obrigado! Pela nossa Liberdade, pelo 25 de Abril, por termos tido um tempo de esperança – que ainda temos – e porque Portugal ficou definitivamente diferente. Cá estaremos para defender a Liberdade!

2 thoughts on “Otelo, a Liberdade e o 25 de Abril

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s