Afeganistão, 18 anos de guerra para a qual já não há argumentos.

<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-536870145 1107305727 0 0 415 0;} @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-536870145 1073786111 1 0 415 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal … Continue a ler Afeganistão, 18 anos de guerra para a qual já não há argumentos.

A impossibilidade prática de dois Estados na antiga Palestina (II)

          Posto de controlo de Kalandya (entre Jerusalém e Ramallah)                        foto: jmr, Maio de 2018   Mais uma vez, choveram manifestações de indignação perante a aprovação no Knesset (Parlamento de Israel) de uma Lei (Lei Básica: Israel – Estado Nação … Continue a ler A impossibilidade prática de dois Estados na antiga Palestina (II)

Aleppo, a guerra, os bons, e os maus…

Esta fotografia foi obtida em Benghazi (Líbia) em Fevereiro de 2011. As expectativas expressas nesta parede de um comité revolucionário são elucidativas do que os líbios pretendiam ao lutarem contra Kadhafi. Depois, a história mudou de rumo.A batalha de Aleppo exacerbou alguns ânimos. Regressaram as visões maniqueístas com uma bússola que aponta o local onde … Continue a ler Aleppo, a guerra, os bons, e os maus…