Erdogan venceu o referendo, mas não ganhou o país

"Não" venceu nas zonas a vermelho; "Sim" venceu nas zonas a verde. <!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:0 0 0 0 0 0 0 0 0 0; mso-font-charset:1; mso-generic-font-family:roman; mso-font-format:other; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:0 0 0 0 0 0;} @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; … Continue a ler Erdogan venceu o referendo, mas não ganhou o país

Reino Unido – Plano B (não é de Brexit)

(A ilustração é de Arend van Dam e foi publicada em http://www.voxeurop.eu a partir de um artigo do Le Fígaro)Referendo no Reino Unido a 23 de Junho. David Cameron tem os calos apertados. O primeiro-ministro britânico calçou uma bota que nunca pensou lhe viesse a dificultar tanto a caminhada. Em plena campanha eleitoral na Primavera … Continue a ler Reino Unido – Plano B (não é de Brexit)

E se houvesse um Referendo que nos colocasse uma pergunta terrível: Portugal deve acabar?

 Despaís, como suicidar um país? É o título do livro de Pedro Sena-Lino, um romance-provocação que encaixa que nem uma luva no momento que estamos a viver. Do drama de um país a desmanchar-se à coincidência, em muitos pontos, entre personagens e actuais governantes. Que a pergunta nunca se coloque, diz o autor e digo … Continue a ler E se houvesse um Referendo que nos colocasse uma pergunta terrível: Portugal deve acabar?