França: tudo em aberto nas presidenciais; partidos tradicionais da esquerda correm o risco de desaparecer do mapa político.

Pascal Perrineau, Paris, no gabinete do CEVIPOF. Em França, aproximam-se as eleições presidenciais e o debate político aumenta de intensidade. Pascal Perrineau, cientista político, antigo director do Centro de Pesquisa Política de Sciences Po (CEVIPOF) durante duas décadas, analisa o crescimento da extrema-direita, o enfraquecimento da esquerda e admite que a reeleição de Emmanuel Macron … Continue a ler França: tudo em aberto nas presidenciais; partidos tradicionais da esquerda correm o risco de desaparecer do mapa político.